Um dos mais respeitados paranormais do Brasil e do Mundo

Fatos Reais

Confira quatro dos casos que foram estudados durante a pesquisa que a Associação Brasileira de Parapsicologia realizou com Ronaldo Ayres, e que comprovam a recuperação dos pacientes tratados com a Energização Vital. Por se tratar de informações confidenciais, os nomes dos pacientes, médicos, laboratórios, hospitais e clínicas foram preservados.

Caso I – Tumor expansivo do cérebro

Este caso mereceu uma atenção especial. Veja abaixo o histórico completo da doença, contada pelos médicos que acompanharam o caso.

Histórico Médico

Não houve biópsia, face a localização do tumor, pelo que a natureza do blastoma não foi apurada. O paciente foi encaminhado pelo Hospital X à Clínica X, onde o oncologista Dr. “H” procedeu aos tratamentos adiante mencionados, sendo firmado o diagnóstico de “blastoma cerebral”.

A tomografia computadorizada de outubro de 1980 revelou: “lesão expansiva no hemisfério cerebral direito”.

Em meados de dezembro do mesmo ano o paciente já havia recebido 34 aplicações de cobalto, sem reagir favoravelmente. Foi então iniciada a quimioterapia com Citostal. Após três meses, o quarto ciclo de tratamento estava concluído, sem melhoras. O paciente continuava com crises convulsivas, não conseguia segurar objetos com as mãos, caminhava com muita dificuldade e com o auxílio de uma bengala. Incapacitado para o trabalho, foi afastado do cargo de laboratorista que ocupava, permanecendo em casa quase todo o tempo.

Histórico Ronaldo Ayres

Em 8 de maio de 1981 começou a receber as aplicações de bioenergia do paranormal RONALDO AYRES. Desde a primeira aplicação as melhoras começaram a aparecer, e rapidamente se acentuaram a tal ponto que o paciente voltou ao trabalho, sentindo-se bem e praticamente curado.

Em fins de outubro foi repetida a tomografia computadorizada, cujo laudo, para surpresa geral, revelou o desaparecimento da lesão tumoral, permanecendo apenas uma pequena área de baixa densidade, não captante de contraste, ou seja, o vestígio cicatricial do tumor curado. Como seqüela, o paciente apenas claudica com a perna esquerda. O Dr. “H”, em nosso Instituto, confirmou sua opinião de que o caso representa uma cura extraordinária.



 

Antes



 

Depois

ronaldo_ayres_tomo12
 

Tomografia do cérebro antes

ronaldo_ayres_tomo21
 

Tomografia do cérebro depois

Caso II – Aplasia Medular

Histórico Médico

O paciente acusava anemia grave e mesmo com várias transfusões de sangue realizadas, não apresentava melhoras. O diagnóstico de “Hipoplasia Medular” foi confirmado com os exames laboratoriais revelando valores baixíssimos.

Histórico Ronaldo Ayres

Depois de receber 10 aplicações do tratamento de Ronaldo Ayres, com bioenergia, o paciente apresentou um índice de hematócritos bem mais elevado. Os sintomas desapareceram sem a necessidade de transfusões de sangue ou transplante de medula, e o paciente foi considerado clinicamente curado.

Caso III – Hipotonia Muscular Generalizada

Histórico Médico

Os primeiros sintomas no quadro clínico da doença de uma criança foram a dificuldade de caminhar e, posteriormente, de manter-se em pé. A biópsia realizada no tecido muscular, o eletrodiagnósticos de excitação dos membros inferiores confirmaram que ela sofria de Hipotonia Muscular Generalizada, doença confirmada pelo Dr. A.M.C. como “Hipotonia Muscular generalizada”. Durante anos, os tratamentos realizados não deram resultados e, à medida que a doença evoluía, a paciente não conseguia mais se movimentar e seu corpo tornou-se arqueado para frente, devido a pronunciadas atrofias musculares.

Histórico Ronaldo Ayres

Foi então que as aplicações de bioenergia de Ronaldo Ayres começaram, assistidas por dois médicos indicados pela família. Após a quarta aplicação, começaram a surgir melhoras que foram progredindo cada vez mais. Em menos de um mês, a paciente já conseguia sentar-se, mover as pernas, mantendo-as esticadas. No decorrer do tratamento ela já se equilibrava sozinha, a musculatura das pernas cada vez mais rígida e sua coluna, menos arqueada. Segundo os médicos da ABP, que analisaram o caso, sua melhora foi surpreendente.

Caso IV – Tumor Ósseo

 

Histórico Médico

Adolescente, sexo feminino, 15 anos de idade. Foi submetida a três cirurgias e tratamentos da medicina oficial; sem sucesso. Recebeu diagnóstico e indicação para amputação da perna.

 

Histórico Ronaldo Ayres

Posteriormente, recebeu aplicações de bioenergia do paranormal Ronaldo Ayres durante algum tempo e obteve grande sucesso que evitou a amputação da perna.

Joelho (Caso após a pesquisa)

(rompimento dos ligamentos cruzado anterior, colateral e menisco)

Num movimento de salto, jogando basquete, o paciente teve o rompimento dos ligamentos cruzado anterior, colateral e menisco quando pisou no chão , como está no resultado da primeira ressonância. Segundo o médico, os ligamentos laterais se recuperariam naturalmente pelo próprio organismo do paciente, porém seria necessária a realização de uma cirurgia no MENISCO E NO LIGAMENTO ANTERIOR, pois não havia outra hipótese de recuperá-los. Como o paciente precisaria viajar de volta para o colégio na Suíça, onde estudava, em duas semanas, e não haveria tempo para a recuperação, o médico deu uma série de recomendações, e nas próximas férias se faria a operação.
Nessas duas semanas que antecederam sua volta para a Suíça, o paciente fez aplicações de bioenergia com o paranormal Ronaldo Ayres. Quando retornou ao Brasil fez outra ressonância, mesmo o médico afirmando ser totalmente desnecessário, pois esse tipo de quadro NÃO SE ALTERA.

Porém, quando o médico viu a segunda ressonância ficou intrigado, deu os parabéns ao paciente e informou que NÃO HAVIA MAIS NECESSIDADE DE OPERAR.

joelho

Laudo da tomografia antes

joelho02

Laudo da tomografia depois

Voltar ao Topo